sexta-feira, 16 de junho de 2017

Opinião: "After" - Anna Todd

Título: After
(After #1)
Autor: Anna Todd
Editora: Gallery Books
ASIN: B00L01GJBM
Páginas: 593

Sinopse: There was the time before Tessa met Hardin, and then there’s everything AFTER... Life will never be the same. #Hessa
Tessa is a good girl with a sweet, reliable boyfriend back home. She’s got direction, ambition, and a mother who’s intent on keeping her that way.
But she’s barely moved into her freshman dorm when she runs into Hardin. With his tousled brown hair, cocky British accent, tattoos and lip ring, Hardin is cute and different from what she's used to.
But he's also rude—to the point of cruelty, even. For all his attitude, Tessa should hate Hardin. And she does—until she finds herself alone with him in his room. Something about his dark mood grabs her, and when they kiss it ignites within her a passion she’s never known before.
He'll call her beautiful, then insist he isn't the one for her and disappear again and again. Despite the reckless way he treats her, Tessa is compelled to dig deeper and find the real Hardin beneath all his lies. He pushes her away again and again, yet every time she pushes back, he only pulls her in deeper.
Tessa already has the perfect boyfriend. So why is she trying so hard to overcome her own hurt pride and Hardin's prejudice about nice girls like her?
Unless...could this be love?

 (pode conter spoilers)

"After" é o 1º volume da série com o mesmo nome da autora Anna Todd. Apesar do background deste livro e de todas as críticas ambivalente sobre o mesmo, decidi dar-lhe uma oportunidade. E, na verdade, a opinião que tenho acerca do mesmo resume-se a isso mesmo: ambivalência.

Tal como vários outros livros do género new adult, o romance entre dois jovens que ainda pouco se conhecem é evidente e quase imediato. Existe aquela ideia de lutarem por aquilo que querem sem, muitas vezes, pensarem nas consequências que essas decisões poderão vir a ter. Para além disso, tudo parece um mar de rosas, mas quando alguém comete um erro, parece o fim do mundo. A confiança entre ambos desmorona e há uma angústia tremenda que uma das personagens revela sentir. Contudo, basta um pequeno ato por parte de uma delas e uma necessidade tremenda de se terem um ao outro que acaba por se esquecer tudo o que aconteceu sem, na verdade, se resolver nada. Ora bem, em "After" acontece algo muito semelhante.

Theresa é uma rapariga bonita mas muito insegura de si. A sua mãe sempre lutou para que tivesse o melhor futuro possível e, complementarmente, Tessa sempre lutou para conseguir aquilo que queria. Ir para a faculdade sempre foi o seu grande sonho e, finalmente, conseguiu-o.

Num novo lugar onde todas as outras pessoas lhe são estranhas, Tessa acaba por deixar baixar a sua guarda com Steph (a sua companheira de quarto). Desde o primeiro dia que ambas se deram bem uma com a outra. Apesar de terem personalidades e estilos bastante opostos, isso nunca foi impedimento para que as coisas entre elas decorrem sem sobressaltos.

Tessa começava a sentir-se integrada, mas desde o primeiro dia que houve alguém que a intrigou: Hardin. Um rapaz com um estilo tendencialmente gótico e com uma série de tatuagens. Sendo ele também amigo de Steph, Tessa não tem outra opção senão lidar com ele. Hardin sempre foi um jovem de poucas palavras. Pelos outros estudantes, é visto como alguém intimidante e com quem não nos queremos chatear.

Tessa nunca foi muito dada a festas. Sempre foi alguém dedicada aos estudos e tem sempre um horário semanal que tem de cumprir. Mas, sendo nova na faculdade e sentindo a necessidade de conhecer pessoas novas, Tessa dá uma oportunidade a Steph de a levar a uma festa numa das fraternidades da zona. Claro está, evidentemente, que Hardin estaria lá também. Quase como se o universo estivesse alinhado para ambas.

Apesar de Hardin ser uma pessoa com uma personalidade complicada e com quem é difícil manter uma relação, desde cedo que ele tem um certo interesse por Tessa. Não que ele o queira admitir inicialmente, mas está lá. Tessa, por outro lado, sente-se dividida. Com o namorado de longos anos em casa, Tessa sente-se culpada por começar a interessar-me por Hardin.

Inicialmente, é visível a forma como a perceção de Tessa sobre Hardin e vice-versa se vai modificando. Tessa acredita, cada vez mais, ser capaz de mudar Hardin tornando-o numa pessoa melhor. E, por sua vez, Hardin vê em Tessa alguém por quem vale a pena lutar.

Como já disse anteriormente, a minha opinião sobre este livro é bastante ambivalente. Apesar de me ter prendido da primeira à última página, literalmente, há algumas coisas de não apreciei. A história em si está boa e poderia ter vindo a resultar bastante melhor. As personagens têm um background interessante e a relação entre elas foi inteligente e bastante percetível. Como disse, fiquei agarrada a este livro desde o início! Mas, quando há uma situação menos positiva entre qualquer uma das personagens, aparentemente, a única coisa necessária para a resolver são umas meras palavras e uma sessão de sexo. E é este aspeto que eu acho que falha neste livro. A forma como Tessa e Hardin resolvem os problemas entre ambos baseia-me meramente em poucas palavras e muito sexo.

A confiança existente entre Tessa e Hardin não é excecional. E, sinceramente, acho que seria difícil ambos construírem uma relação baseada nela mesma. Isto porque, apesar de todas as promessas feitas por ambos, nenhum deles confia realmente (ou minimamente) um no outro. Existe sempre uma desconfiança por um ou outro acontecimento. Tessa acaba por mostrar ser uma pessoa com baixa autoestima e que não é capaz de dizer "não". Por outro lado, Hardin vê-se a afundar progressivamente na sua melancolia e não aprecia ter de dar satisfações sobre a sua vida.

Como disse, o enredo em si está interessante. Até porque o final do livro revelou ser algo bastante inesperado e, se calhar, algo diferente daquilo que poderia suspeitar das verdadeiras intenções ou ações de Hardin. Mas, lá está, se a autora tivesse diminuído ou mesmo cortado certas cenas e desenvolvido mais as personalidades de Tessa e Hardin, teria dado uma classificação mais alta.

2 comentários:

  1. Hum...... só 3 estrelinhas? :p
    Ainda não li mas é bom saber a tua opinião ;)

    Jokitas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é que não tenha gostado, antes pelo contrário! Já estou a ler o 3º volume da série porque estou agarradíssima! Mas há coisas que me irritam profundamente nelas duas personagens extremamente fofas e irritantes ao mesmo tempo! xD

      ;*

      Eliminar