sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Opinião: "Viver Sem Ti" - Jojo Moyes

Título: Viver Sem Ti (Me Before You #2)
Autor: Jojo Moyes
Editora: Porto Editora
ISBN: 9789720048851
Páginas: 405
Sinopse: Como seguir em frente depois de se perder a pessoa amada? Como construir uma vida que valha a pena ser vivida? Louisa Clark já não é uma jovem banal a viver uma vida banal. O tempo que passou com Will Traynor transformou-a, sendo agora uma pessoa diferente que tem de enfrentar a vida sem ele. Quando um insólito acidente obriga Lou a regressar a casa dos pais, é impossível não sentir que está de volta ao ponto de partida. Lou sabe que precisa de um empurrão que a traga de novo à vida. E é assim que acaba por ir parar ao grupo de apoio Seguir em Frente, cujos membros partilham sentimentos, alegrias, frustrações e bolos intragáveis. Serão também eles que a levarão até Sam Fielding – um paramédico que trabalha entre a vida e a morte, e o único homem que talvez seja capaz de a compreender. Mas eis que uma personagem do passado de Will surge de repente e lhe altera todos os planos, lançando-a num futuro muito diferente…. Para Lou Clark, a vida depois de Will Traynor significa reaprender a apaixonar-se, com todos os riscos que isso implica. Em "Viver Sem Ti", Jojo Moyes traz-nos duas famílias, tão reais como a nossa, cujas alegrias e tristezas nos tocarão profundamente ao longo de uma história feita de surpresas.

Opinião (pode conter spoilers):
Depois de ter lido o "Viver Depois de Ti", confesso que fiquei com uma certa curiosidade em saber o que Louisa teria feito ou a forma como lidou com toda aquela situação de Will. Mas, com tantas críticas contraditórias sobre esta sequela do "Viver Depois de Ti" que tinha um certo receio em lê-lo. Mas quem é capaz de resistir àquela personalidade tão própria da Lou Clark?

Durante o volume anterior que percebo que Louisa é uma pessoa que leva o altruísmo a um nível completamente diferente daquele a que poderia estar habituada. Sempre colocou as pessoas de quem gostava em primeiro lugar e "descartava" as suas possibilidades de ser feliz ou de fazer algo diferente com a sua vida. E neste livro, este aspeto não mudou muito. Louisa a esquecer-se que a sua vida também tem de ser vivida, mesmo que isso implique ter de tomar decisões difíceis. Mas mais cedo ou mais tarde, a Lou acaba por se aperceber disso!

Para além disso, a facto de Lou ter perdido Will, mesmo que não tenha sido de uma forma inesperada, abalou-a. Bastante. Mas como se costuma dizer, o tempo cura tudo. Contudo, será que cura mesmo? Apesar de Lou ter encontrado um emprego e um apartamento onde vive, Will tem sido um pensamento constante. E é por isso mesmo que digo que nunca se esquece uma pessoa de quem se gostou bastante. Apenas se aprende a lidar com o sofrimento da perda. Porque, se este se apodera de nós, poderá ser uma bomba relógio para com a sanidade mental de qualquer um. Mas Louisa foi aprendendo como lidar com toda a situação, mesmo que isso lhe tenha custado horrores.

Mas desenganem-se se pensam que a vida de Louisa se resume a Will, não é verdade. Entre encontrar um novo propósito na sua vida e lidar com o seu sofrimento emocional, Lou dá de caras com Lilly. Uma jovem adolescente que diz ser filha de Will. Exatamente o que ouviram. Quando Lou tentava lidar com o seu "desaparecimento", nada melhor do que lhe aparecer à porta uma jovem que diz ser alguém bastante própria daquele de quem amou. Não foi o facto de Lilly ter "aparecido" assim do nada que me irritou. Foi sim a forma como Lilly se foi comportando ao longo da história, a sua personalidade e as suas ações um tanto infantis. Bem sei que são coisas típicas de adolescente, mas simplesmente não suportei aquele tipo de comportamento.

Apesar de a história ser interessante e a forma como Lou lida com toda esta fase da sua vida ser, de certa forma, um abre olhos, toda a história em torno de Lilly deixou-me com os nervos em franja. As demais personagens têm um background bastante bem pensado e trabalho e Lou continua com a mesma personalidade despistada que já conhecemos do livro anterior. Mas, devido às razões que referi anteriormente, dou apenas 4 estrelas. O que é uma pena por gostei bastante da história! Mas há coisas que simplesmente não consigo aceitar (atitudes infantis de pré-adultos :\ ).

Rating: 4/5

Sem comentários:

Enviar um comentário