terça-feira, 25 de outubro de 2016

Opinião: "Bando de Corvos" - Anne Bishop

Título: Bando de Corvos (Os Outros #2)
Autor: Anne Bishop
Editora: Saída de Emergência
ISBN: 9789896379209
Páginas: 416
Sinopse: Depois de conquistar a confiança dos Outros que habitam Lakeside, Meg Corbyn teve alguma dificuldade em perceber o que significa viver entre eles. Como humana, Meg deveria apenas ser tolerada como presa, mas os seus dons como cassandra sangue tornam-na algo mais. A aparição de duas drogas aditivas foi a faísca que desencadeou a violência entre os humanos e os Outros, resultando em mortes para ambas as espécies nas cidades limítrofes. Quando Meg tem um sonho sobre sangue e penas negras na neve, Simon Wolfgard – o líder metamorfo de Lakeside – pergunta-se se a profetisa de sangue sonhou com o passado ou uma ameaça futura. À medida que as profecias se revelam a Meg, cada vez mais intensas e dolorosas, as intrigas adensam-se em Lakeside. Agora, os Outros e o punhado de humanos que aí residem terão de reunir forças para parar o homem que se assume como o verdadeiro profeta de sangue – e extinguir o perigo que ameaça destruir todos os clãs.

Opinião (pode conter spoilers):
Este livro não poderia ter começado da melhor forma! Depois de um primeiro livro da saga cheio de aventura e que me deixou agarradinha, este não lhe ficou atrás! Este volume começou exatamente onde o anterior tinha terminado e ganhou pontos por isso!

Quando se pensava que Lakeside estava fora de perigo e de problemas, algumas drogas estão a ser distribuídas pelo Pátio! E desta vez, o alvo é os Corvos! Para além disso, houve quem tentasse envenená-los através do lixo que espera ser recolhido das ruas de Lakeside. Claro que estas situações não trariam coisa boa! Então, para que novas tentativas para acabarem com os Corvos não voltassem a acontecer, Simon e os restantes metamorfos de Lakeside decidem fazer tudo o que estiver ao seu alcance para descobrirem qual o local de fabrico destas drogas que estão a deixar todos em sobressalto.

Meg continua a não conseguir lidar totalmente com o seu passado e ainda lhe é complicado "desligar" a sensação de precisar de se cortar. Contudo, vim a perceber que Meg está, lentamente, a conseguir atenuar essa necessidade! Para além disso, Simon tem vindo a ter um papel importante nesse aspeto! E, para mim, foi uma das partes da história que mais gostei! Apesar de serem distintos em tudo entre si, há algo que conseguem trabalhar em conjunto. E a relação que têm vindo a construir é, sem dúvida, diferente daquela a que estou habituada, e não se prende apenas pelo facto de Meg ser humana e Simon ser um metamorfo!

Por outro lado, começamos a ver o nascer de uma relação de "amizade" entre Meg e Simon. Apesar de ambos se verem como bons amigos, a "amizade" entre ambos tem algo de especial. E é isso que a torna tão inocente e delicada: o cuidado com que se preocupam um com o outro e com o seu bem-estar. Ainda não formulei uma opinião acerca do resultado que esta relação poderá vir a ter, mas creio que não iremos demorar muito tempo a descobrir!

Apesar de a história de desenvolver a um passo algo lento e da elevada quantidade de personagens, ambos são aspetos fulcrais a este enredo! Todas elas têm uma função e um propósito em toda a história. Para além disso, a forma como Bishop constrói a narrativa é tão envolvente e inteligente que todos os pormenores fazem sentido quando a história chega a um ponto importante!

Mais um excelente livro editado pela Saída de Emergência e que Anne Bishop não desilude com a sua narrativa e com o seu mundo de "Os Outros"! Esta saga tem-me deixado viciada, o que me deixa a aguardar com expectativa o próximo volume!

Rating: 4/5

Leitura com o apoio da editora Saída de Emergência

Sem comentários:

Enviar um comentário