segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Opinião: "Despedaçada" - Tânia Dias

Título: Despedaçada (Broken #1)
Autor: Tânia Dias
Editora: Chiado Editora
ISBN: 9789895153459
Páginas: 422
Sinopse: Assumir o seu papel como líder não estava nos planos de Alexia White, mas quando a sua mãe perde a vida num terrível assalto ao castelo, ela vê-se sem opções. Num mundo onde os fracos se distinguem dos fortes pelos dons que possuem, Alexia está no topo da lista e precisa de aprender a lidar com os seus dons se pretende recuperar Starnyz das garras do traidor. Ian Bealfire, um homem que exala arrogância e prepotência por todos os poros, parece disposto a ocupar o lugar de seu Mestre. Há quem diga que a jovem está destinada a salvar o mundo mas despedaçada pelas perdas que sofreu e assombrada pelas memórias do passado, será mesmo capaz de o fazer, quando nem a si parece ser capaz salvar?

Opinião (contém spoilers):
Após ter terminado a leitura desta obra, fiquei certamente com opiniões contraditórias acerca desta. Apesar de ser um livro bem escrito e cujos acontecimentos terem uma ordem lógica e terem sido bem pensados e construídos, o tema em torno do qual se desenrolou parece-me já bastante trabalhado.

Alexia White é uma jovem princesa que perdeu o pai há uns tempos e acabou de perder a sua mãe também. Perante esta situação inesperada, Alexia vê-se com uma nova função entre mãos: liderar o seu povo e proteger a sua aldeia. Para além disso, Alexia é especial. Ela possui a capacidade de manipular os elementos da natureza.

Desde o início da narrativa, a autora apresenta-nos Ian, um jovem mestre que diz ter sido contracatdo pela mãe de Alexia com vista a ajudá-la a controlar melhor os elementos. Mas, apesar das suas boas intenções, há algo que Ian esconde e que pretende esconder de todos a todo o custo.

Quando a aldeia que Alexia protege se encontra sob ameaça, esta fará de tudo para a proteger. Mesmo que isso signifique que a sua própria vida seja posta em risco. E assim, entre truques de manipulação de elementos e sentimentos contraditórios, Alexia vê-se dividida. Mais ainda quando a revelação final é desvendada!

Todo o enredo da narrativa foi bastante bem pensado e trabalhado e o final foi algo diferente e inesperado, o que deu um bom pretexto para um próximo livro. Contudo, acho que o livro peca pelo tema que foi desenvolvido. Apesar de ter as suas diferenças, acho que o tema "magia" e "elementos" já está tão trabalhado que chega a ser um pouco "anticlímax". No entanto, não deixa de ser um bom trabalho por parte da autora do qual eu gostei bastante.

Rating: 3/5
Leitura com o apoio

Sem comentários:

Enviar um comentário