terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Opinião: "The Girl In The Ice" - Robert Bryndza

Título: The Girl In The Ice (DCI Erika Foster #1)
Autor: Robert Bryndza
Editora: Bookouture
ASIN: B019G6DSDE
Páginas: 347
Sinopse: Her eyes are wide open. Her lips parted as if to speak. Her dead body frozen in the ice…She is not the only one. When a young boy discovers the body of a woman beneath a thick sheet of ice in a South London park, Detective Erika Foster is called in to lead the murder investigation. The victim, a beautiful young socialite, appeared to have the perfect life. Yet when Erika begins to dig deeper, she starts to connect the dots between the murder and the killings of three prostitutes, all found strangled, hands bound and dumped in water around London. What dark secrets is the girl in the ice hiding? As Erika inches closer to uncovering the truth, the killer is closing in on Erika. The last investigation Erika led went badly wrong… resulting in the death of her husband. With her career hanging by a thread, Erika must now battle her own personal demons as well as a killer more deadly than any she’s faced before. But will she get to him before he strikes again? A page-turning thriller packed with suspense.

Opinião (contém spoilers):
Erika Foster é uma detetive que, numa investigação anterior que não correu da melhor forma, perdeu o seu marido (Mark) e alguns dos seus colegas. Após este acontecimento, Erika vê-se afastada de novas investigações até que um caso de assassinato a leva de volta.

Andrea Douglas-Brown é filha de uma família rica e com poder na sociedade. Contudo, a vida perfeita que aparenta ter não passa de uma máscara. Andrea é raptada e assassina sendo, mais tarde, encontrada congelada num lado no sul de Londres.

Assim, Erika começa a investigar. Apesar de estar decidida a encontrar o culpado, a detetive vê-se perante obstáculos impostos pelo seu superior e também pela influência da família Douglas-Brown. No entanto, Erika não desiste e, à medida que descobre pequenas pistas, percebe que Andrea foi assassinada da mesma forma que outras 4 mulheres encontradas por toda a cidade de Londres.

Sem nunca desistir naquilo em que acredita ser o caminho certo para esta investigação, Erika percebe que tudo o que vai descobrindo durante a investigação a leva de volta até à família Douglas-Brown. Mas é durante os últimos capítulos que Erika descobre o porquê deste quererem encobrir o assassinato da filha preferida.

Desde os primeiros capítulos que conseguimos perceber que Erika Foster é uma mulher decidida, forte e capaz de fazer aquilo que mais ninguém tem coragem de fazer. É uma pessoa que não desiste daquilo em que acredita, mesmo quando todos lhe dizem para parar. No entanto, estas suas características colocaram-na por algumas vezes em risco, sendo que esta conseguiu dar a volta quase se dificuldade.

Durante a narrativa, são poucas as referências feitas ao responsável pelos assassinatos; pelo que só nos capítulos finais é que o leitor percebe quem realmente está por trás de tudo isto. Apesar de que, num dos capítulos, o leitor consegue ter algumas pistas mas não o suficiente.

Durante a obra, Robert Bryndza conseguiu trazer até ao leitor algumas das realidades mais negras da nossa sociedade. Algumas das descrições e dos acontecimentos podem, de alguma forma, chocar o leitor mas foi por esta razão que gostei tanto do livro.

O final foi algo inesperado para mim; pois tinha algumas suspeitas de que o culpado fosse outra pessoa. Contudo, quando Erika descobre tudo o que está por trás destes assassinatos, compreende-se que, realmente, a história faz perfeito sentido.

Rating: 5/5

Leitura com o apoio da editora via NetGalley:

Sem comentários:

Enviar um comentário