terça-feira, 29 de setembro de 2015

Lançamento: "Vírus Mortal" - James Dashner

Título: Maze Runner - Vírus Mortal (Maze Runner #0.5)
Autor: James Dashner
Editora: Editorial Presença
ISBN: 9789722356848
Páginas: 360
Data de lançamento: 07/10/2015

Sinopse: Antes de a CRUEL existir, de a Clareira ser construída e de Thomas ter entrado no Labirinto, os fulgores do Sol atingiram a Terra, arrasando o planeta e dizimando grande parte da humanidade. Mark e Trina estão entre os sobreviventes que agora lutam por uma existência em condições precárias nas pequenas comunidades que se formaram nas montanhas. Mas se eles achavam que a situação em que se encontravam não podia piorar, estavam enganados. Um inimigo surge, infetando a população com um vírus altamente contagioso e mortal…

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Opinião: "Entrega Total" - Cheryl Holt

Título: Entrega Total
Autor: Cheryl Holt
Editora: Quinta Essência
ISBN: 9789897260223
Páginas: 408
Sinopse: Com os últimos bens perdidos ao jogo pelo seu dissoluto irmão, Lady Sarah Compton viajou até uma festa numa casa de campo para desfrutar de um derradeiro momento de graciosidade e de beleza. Contudo, ignora que a ocasião é igualmente um famoso evento, em que membros da aristocracia podem realizar todas as suas fantasias sensuais e caprichos eróticos. Tão-pouco se apercebe de que o homem maravilhoso que entrou furtivamente no seu quarto é nem mais nem menos do que Michael Stevens, um libertino que dá e recebe ousadamente prazer… Filho bastardo de um conde, Michael Stevens usufrui da sua reputação como o mais famoso sedutor de Londres. Contudo, não faz ideia de como atuar perante a beleza ruiva que quase confundira com uma nova conquista, nem de como uma ingénua poderia ter sido convidada para uma reunião onde a entediada elite de Londres satisfaz os seus desejos carnais. Quando Lady Sarah Compton recusa seguir o aviso de Michael – o de abandonar a casa para seu bem – nasce uma forte atração e ele anseia por ser o seu tutor na arte da paixão… Era um jogo com apenas uma regra: o prazer final.

Opinião (contém spoilers):
O que posso eu dizer sobre este livro? Para quem gostar de romances e erotismo, corram e leiam! É um livro de certa forma viciante mas também um pouco repetitivo.

A narrativa desenrola-se em torno de Sarah e Michael, duas personagens muito diferentes uma da outra. É uma panóplia de aspetos que os separa, sendo as suas formas de ser tão vincadas e características.

A história desenvolve-se num ambiente clássico de Londres, onde as festas organizadas em casa de Pamela não são aquilo que parecem à primeira vista. Pois, acontecimentos perversos a vários níveis acontecem.

Sarah é uma "solteirona" que pouco conhece do mundo que a rodeia, e menos ainda no que diz respeito ao amor e à sua vertente mais carnal. Mas quando se vê numa situação que a coloca à prova, algo incontrolável e involuntário desperta dentro de si. Um pouco ingénua, a meu ver, para a idade que diz ter. Para além disso, apesar de Sarah sentir algo forte por Michael, tentou lutar contra isso até não conseguir mais. E aqui eu digo: "Finalmente! Vai-te a ele!"

Michael é um homem de caráter e personalidade fortes, que transmite uma certa indiferença relativamente ao que é amar alguém. Apesar de se sentir atraído por Sarah desde a primeira vez que esteve com esta, continua a negar tais sentimentos. Esta situação levou-me a ficar, de certa forma, chateada/impaciente e com vontade de lhe mostrar o quão rabujento estava a ser. Contudo, no final, mostrou ser um cavalheiro apesar das ações que tinha perante os outros.

É de salientar que a relação de Sarah e Michael nunca correu da forma como estamos a pensar, nada de "mar de rosas". Algures lá pelo meio, Hugh (irmão de Sarah) e Rebecca (sua prima) levam a cabo um plano (por eles organizado e pensado) que colocaria Sarah numa posição desconfortável. Esta invenção fez com que Michael e Sarah vivenciassem desavenças que os colocou de costas voltadas.

Apesar de considerar a história envolvente e viciante, acho que se a autora tivesse dado mais ênfase ao tal plano e às suas consequências, a narrativa tivesse sido melhor. Para além disso, alguns capítulos após ter iniciado a leitura do livro, verifiquei que as duas personagens principais eram de certa forma esteriotipadas e pouco desenvolvidas. Por esta razão, não me identifiquei muito com nenhuma delas, mas passei um bom bocado na sua "companhia".

Um outro aspeto que me deixou apreensiva foi a repetição das cenas entre os dois. Tinha uma certa esperança de que se fossem diversificar um pouco após alguns capítulos, mas acabei por perceber que eram quase uma cópia umas das outras.

Por fim, considero que algumas das expressões que apareceram ao longo das páginas não foram corretamente traduzidas, tornando-se algo vulgares. Contudo, imagino que não seja fácil este tipo de tradução tendo em conta o género do livro.


Rating: 3/5

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Opinião: "Malice" - John Gwynne

Título: Malice (The Faithful and the Fallen #1)
Autor: John Gwynne
Editora: Tor
ISBN: 9780330545754
Páginas: 628
Sinopse: The Banished Lands has a violent past where armies of men and giants clashed in battle. An uneasy peace reigns, but now giants stir once more, the very stones weep blood and there are sightings of gigantic worms. Those who can still read the signs see a prophecy realised: sorrow will darken the world, as angels and demons make it their battlefield. Young Corban watches enviously as boys become warriors and yearns to join them, determined that he will make his family proud. It is only when everything he knows is threatened that he discovers the true cost of becoming a man. As the Kings look to their borders, and priests beg answers from the Gods, only a chosen few know that the fate of the world will be decided between two champions, the Black Sun and the Bright Star. And with their coming will be a war to end all wars.

Opinião (contém spoilers):
Este livro estava na minha estante já há bastante tempo à espera para ser lido. Dei-lhe uma oportunidade pouco antes de começar a faculdade. A verdade é que desde o início que não me cativou como esperava. Tinha lido imensas críticas fantásticas mas, no final, não foi de encontro às minhas expectativas.

O facto de o livro ter mais de 600 páginas não me fez qualquer diferença. O problema para mim esteve no enredo e na forma como este se desenvolveu. Na minha opinião, o autor desenrolou a história de uma forma algo lenta que me fez perder o interesse em continuar a leitura (por diversas vezes). Não quero dizer com isto que o livro é mau. Apenas que prefiro livros que têm uma velocidade de desenvolvimento maior.

Para além disso, desde o início que achei confusa a ligação entre as personagens. Talvez pela falta de elementos no texto que indicassem o que eram um para o outro ou porque já estava condicionada pelo facto de não estar a gostar tanto da história como estava à espera.

Um outro aspeto que me fez ficar algo apreensiva relativamente ao querer continuar a leitura foi a falta de reviravoltas na história. A meu ver o autor desenvolveu a história de uma forma quase previsível, pecando pela falta de elementos surpresa.

Dou 2 estrelas a este livro pelo facto de, apesar de tudo, a história ter um fio condutor sólido e compreensível. Mas, como já referido, faltou a ação e o suspense do que poderia acontecer em capítulos seguintes. 

Assim sendo, terei de pensar melhor no facto de querer realmente comprar os restantes livros desta trilogia. 


Rating: 2/5

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Aquisição: "Entrega Total" - Cheryl Holt

Título: Entrega Total
Autor: Cheryl Holt
Editora: Quinta Essência
ISBN: 9789897260223
Páginas: 408

Sinopse: Com os últimos bens perdidos ao jogo pelo seu dissoluto irmão, Lady Sarah Compton viajou até uma festa numa casa de campo para desfrutar de um derradeiro momento de graciosidade e de beleza. Contudo, ignora que a ocasião é igualmente um famoso evento, em que membros da aristocracia podem realizar todas as suas fantasias sensuais e caprichos eróticos. Tão-pouco se apercebe de que o homem maravilhoso que entrou furtivamente no seu quarto é nem mais nem menos do que Michael Stevens, um libertino que dá e recebe ousadamente prazer... Filho bastardo de um conde, Michael Stevens usufrui da sua reputação como o mais famoso sedutor de Londres. Contudo, não faz ideia de como atuar perante a beleza ruiva que quase confundira com uma nova conquista, nem de como uma ingénua poderia ter sido convidada para uma reunião onde a entediada elite de Londres satisfaz os seus desejos carnais. Quando Lady Sarah Compton recusa seguir o aviso de Michael - o de abandonar a casa para seu bem - nasce uma forte atração e ele anseia por ser o seu tutor na arte da paixão...

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Opinião: "Se Eu Não Tivesse Enviado Aquele E-mail" - Fernando Henrique

Título: Se Eu Não Tivesse Enviado Aquele E-mail
Autor: Fernando Henrique
Editora: Edição do Autor
Páginas: 160
Sinopse: Rick conhece Ane, se apaixona, e descobre que ela tem um noivo. Uma história que pode mudar a sua vida. Provavelmente não vai, mas poderia. Se eu não tivesse enviado aquele e-mail... conta a história real de um relacionamento cheio de idas e vindas, e que levou anos para poder se concretizar de fato. É a história do autor e sua noiva, todo contado pela visão apaixonada e bem humorada de Fernando.

Opinião (contém spoilers):
Este livro foi-me disponibilizado recentemente pelo autor do mesmo, para que pudesse dar a minha opinião. É verdade que demorei um pouquinho a pegar nele, mas foi só o qu demorou. Porque depois, foi ler todas as páginas sem parar! Tudo o que bastou para criar uma certa curiosidade acerca do seu conteúdo foi o título: simples, atual e de certa forma enigmático.

Tal como fala na sinopse, o livro conta a história de Rick e Ane ao longo do seu percurso na faculdade. Tudo estava a começar bem quando Rick se apercebe de que Ane está noiva de Fox. Um rapaz (musculado, alto e em tudo bem parecido) que, apesar do sentimento que Ane tinha por ele, não a fazia feliz. Contudo, esta tinha uma certa dificuldade em o deixar e começar uma nova relação. Esta indecisão deixou Rick de certa forma chateado. Mesmo depois de um número imenso de tentativas para a conquistar, Ane não consegui tomar uma decisão mesmo gostando de Rick e não sendo feliz com Fox. Ambos acabaram por se afastar, mesmo depois de Ane ter tido um ato de confiança e ter acabado a sua relação com Fox. Algum tempo mais tarde, Rick descobre que Ane está à espera de um bebé (não é de Fox, yupi!). Contudo, e apesar de todos os esteriótipos que vieram ao de cima, Rick não deixou de lutar por Ane, dando vida e continuidade à sua relação. No final, Rick pede Ane em casamento, a sua mãe aceita o pequeno rebento como sendo seu neto e teremos de esperar pela continuação... (Estou triste por isto...)

Apesar de a história ser bastante simples e, de certa forma, tão romântica à sua maneira, gostei tanto mas tanto! As expressões usadas pelo autor e a forma como este conta certas partes da história foram muito bem pensadas. Um livro pequenino, mas com uma história cativante que me prendeu desde o início. De certa forma, o autor permite que o leitor se relacione com o desenrolar da história. Pois, quase toda a gente já teve um certo interesse por alguém que parecia não ser recíproco. Para além disso, é de salientar as ilustrações extremamente queridas que vão aprecendo ao longo das páginas.

Um livro que me fez rir, sonhar e, quase, chorar (não, não aconteceu). Para quem gosta daqueles livros românticos bem fofinhos e queridos (e com um pouco de humor à mistura), aqui está um bom exemplo!


Rating: 4/5

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Lançamento: "As Gémeas do Gelo" - S. K. Tremayne

Título: As Gémeas do Gelo
Autor: S. K. Tremayne
Editora: TopSeller
ISBN: 9789898086747
Páginas: 320
Data de lançamento: 28/09/2015

Sinopse: Lydia e Kirstie tinham 6 anos e eram gémeas idênticas. Quando Lydia morre acidentalmente na queda de uma varanda, os pais mudam-se para uma pequena ilha escocesa, na esperança de reconstruírem, com a filha que lhes resta, as suas vidas dilaceradas. Mas um ano depois, a gémea sobrevivente acusa os pais de terem cometido um erro e afirma que quem caiu da varanda foi Kirstie e não ela. Na noite em que uma tempestade assola a ilha e deixa mãe e filha isoladas, elas dão por si a serem torturadas pelo passado e por visões inexplicáveis, que quase as levam à loucura. O que terá acontecido realmente naquele fatídico dia em que uma das gémeas morreu?

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Opinião: "O Despertar do Guardião" - John Meyer Ghoul

Título: O Despertar do Guardião (A Saga de Andronel #1)
Autor: John Meyer Ghoul
Editora: Chiado Editora
ISBN: 9789895109876
Páginas: 384
Sinopse: Poderosas Organizações de índole secular operam à escala mundial,nas sombras, às margens da própria História…escondendo um passado aterrador. Mas se para muitos a sua existência sempre permaneceu uma incógnita, para um pequeno grupo de jovens bastante especiais esta estará prestes a tornar-se uma realidade. Ezer, Alejandro e Jeanne são três destes jovens. Desconhecidos entre si, com diferentes origens e percursos mas que muito em breve se tornarão convergentes. Ainda que dotados de personalidades distintas, a seu tempo a brutalidade do caminho que lhes é imposto apelará a uma determinação inédita e cuja existência bem adentro… ignoravam. Pela frente terão de enfrentar mistérios impossíveis e terríveis forças tácitas. A luta pela sobrevivência, tornada trivial pelo sistematismo da adversidade levará a um duelo derradeiro pela afirmação da sua própria existência, do seu passado neste mundo mas acima de tudo, pela afirmação de um destino que em alguns casos se revelará fatal!

Opinião (contém spoilers):
Um livro com uma sinopse maravilhosa que me prendeu desde a primeira página.

O livro conta a história de três personagens - Ezer, Alejandro e Jeanne - que, à primeira vista, não têm nada em comum. Vêm de diferentes locais, têm diferentes opiniões e visões; no entanto, à medida que entramos na história vemos que, afinal, há algo que os une/têm em comum. Estas três personagens terão de, em conjunto, enfrentar alguns obstáculos e também enfrentar uma poderosa organização que se coloca no seu caminho. Durante o livro, as três personagens encontram-se numa busca atribulada de objetos importantes para a história e, também, de localizações no mundo que têm estado escondidas durante anos!

Apesar de ter considerado a história um pouco lenta, acho que a escrita fluída ajudou bastante na compreensão do enredo. Para além disso, as personagens têm o seu quê de cativante, cada um à sua maneira. Isto permitiu que eu me conectasse, de certa foma, a cada um deles ainda que de formas diferentes. Cada um dos capítulos é narrado pelas diferentes personagens, permitindo que me enquadrasse na história de diferentes pontos de vista.Desta forma, foi possível entender situações que poderiam, à primeira vista, estar ocultas. Um aspeto que me ajudou na leitura deste livro foi o facto de a autora nos ter presenteado com descrições fantásticas das situações narradas!

Sendo este o primeiro livro da "Saga de Andronel", era de esperar que no final ficassem questões por responder. Desta forma, aguardo com expectativa a continuação desta saga fantástica que me cativou de uma forma surpreendente!


Rating: 4/5

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Lançamento: "Trono de Vidro" - Sarah J. Maas

Título: Trono de Vidro (Trono de Vidro #1)
Autor: Sarah J. Maas
Editora: Marcador
ISBN: 9789897541773
Páginas: 400
Data de lançamento: 16/09/2015

Sinopse: Numa terra em que a magia foi banida e em que o rei governa com mão de ferro, uma assassina é chamada ao castelo. Ela vai, não para matar o rei, mas para conquistara sua própria liberdade. Se derrotar os vinte e três oponentes em competição, será libertada da prisão para servir a Coroa com o estatuto de campeão do rei - o assassino do rei. O seu nome é Celaena Sardothien. O príncipe herdeiro vai provocá-la. O capitão da Guarda vai protegê-la. Mas um halo maléfico vagueia no castelo de vidro - e está lá para matar. Quando os seus concorrentes começam a morrer um a um, a luta de Celaena pela liberdade torna-se numa luta pela sobrevivência e numa jornada inesperada para expor um mal antes de que este destrua o seu mundo.

Lançamento: "Mago: Espinho de Prata" - Raymond E. Feist

Título: Mago: Espinho de Prata (Mago #3)
Autor: Raymond E. Feist
Editora: Saída de Emergência
ISBN: 9789896378547
Páginas: 432
Data de lançamento: 09/10/2015

Sinopse: A saga épica de Midkemia continua… Durante quase um ano, a paz reinou nas terras encantadas de Midkemia. Porém, novos desafios aguardam Arutha, o Príncipe de Krondor, quando Jimmy Mãozinhas - o mais jovem larápio do Grémio de Mofadores - surpreende um sinistro Noitibó prestes a assassiná-lo. Que poder maléfico fez com que os mortos se levantassem para combater em nome do Grémio da Morte? E que magia poderosa poderá derrotá-los? Mas primeiro o Príncipe Arutha, na companhia de um mercenário, um bardo e um jovem ladrão, terá de fazer a viagem mais perigosa da sua vida, em busca de um antídoto para o veneno que está prestes a matar a bela Princesa no dia do seu próprio casamento.

sábado, 5 de setembro de 2015

Aquisição: "Heresia" - S. J. Parris

Título: Heresia (Giordano Bruno #1)
Autor: S. J. Parris
Editora: Civilização Editora
ISBN: 9789722630399
Páginas: 448

Sinopse: Inglaterra, 1583. Um país inundado pela paranóia e pela conspiração, mas um porto de abrigo para um monge radical em fuga. Giordano Bruno, com as suas teorias de astronomia, fugiu da Inquisição para a corte de Isabel I. Ali, atrai as atenções de Francis Walsingham, chefe dos espiões e inimigo dos conspiradores católicos. Bruno é infiltrado na universidade de Oxford, que se crê ser um antro de dissidentes franceses. Rapidamente Bruno dá por si envolvido nas intrigas do colégio universitário e distraído por uma bela jovem. Pouco depois, começa a investigar uma série de assassinatos horríveis, relacionados entre si por cartas com pistas. As cartas sugerem que as vítimas eram culpadas de heresia. Mas estará Bruno a ser ajudado ou induzido em erro, ou será ele o próximo alvo? Perseguindo um assassino astuto e determinado pelos claustros sombrios de Oxford, Bruno apercebe-se de que nem sempre os sábios conseguem distinguir a verdade da heresia. Mas alguns estão prontos a matar por ela!

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Lançamento: "Génesis" - Karin Slaughter

Título: Génesis (Will Trent #3)
Autor: Karin Slaughter
Editora: TopSeller
ISBN: 9789898086532
Páginas: 448
Data de lançamento: 14/09/2015

Sinopse: Mulheres brutalmente torturadas. Um padrão que as liga a todas. A caça ao homem já começou. Há três anos e meio, Sara Linton, antiga médica-legista, mudou-se para Atlanta na esperança de deixar para trás o seu passado trágico. A trabalhar agora num hospital, depara-se com uma mulher jovem e gravemente ferida, que a arrasta para um mundo de violência e de terror. A mulher foi atropelada por um carro, mas, completamente nua e brutalizada, dá sinais de ter sido vítima de uma mente muito perturbada. Quando o agente especial Will Trent se desloca à cena do acidente, descobre uma câmara de tortura enterrada na terra, uma caverna de horrores que revela uma verdade sinistra: a doente de Sara é só a primeira vítima de um assassino sádico e demente. Arrancando a investigação das mãos do chefe da Polícia local, Will e a sua colega Faith Mitchell mergulham no turbilhão que é a caça ao assassino. Will, Faith e a severa chefe de ambos, Amanda Wagner, são os únicos obstáculos que existem entre um louco e a sua próxima vítima…

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Opinião: "Tupamira" - António Ferreira

Título: Tupamira
Autor: António Ferreira
Editora: Chiado Editora
ISBN: 9789895109210
Páginas: 108
Sinopse: Tupamira, é apenas mais um planeta habitado, dos muitos milhões de planetas habitados, que por certo existem por esse universo fora. Apenas que os habitantes deste planeta e por certo os de outros mais, há muito compreenderam que o seu corpo material e animal, é apenas o receptáculo do seu verdadeiro ser e sendo assim, preservam-no e cuidam-no, o mais possível, tal como nós fazemos com as nossas casas, para que permita, que os fins pelos quais vivemos neste mundo material, sejam alcançados, que são como todos nós sabemos, apenas e somente apenas, a nossa evolução espiritual.

Opinião (contém spoilers):
Depois de uma sinopse que me deixou curiosa, foi só o livro chegar para o ler de uma só vez!

Tupamira começa com a viagem de um grupo de tripulantes pelo espaço. Estes vêem-se perante um planeta bastante semelhante à terra depois de terem ficado sem acesso aos dados de localização durante um tempo. Quando aterram no referido planeta, apercebem-se de que os seres que o habitam são em muitas coisas semelhantes ao humanos da Terra. A partir deste momento, os dois distintos grupos começam uma discussão acerca de temas comuns em em bastantes aspetos diferentes na forma como são vistos nos dois planetas: educação, organização da população, distribuição de bens, beleza, riqueza e pobreza, política, segurança,... No final, percebemos que o autor tenta transmitir de forma simples como as coisas poderiam ser feitas de outra forma e, ao mesmo tempo, termos resultados melhores para toda a população.

No final, esta obra fez-me pensar no como seria se todos contribuissem para o bem-estar de todos, se não fosse necessário dinheiro para fazer o que quer que fosse, se não houvessem esteriótipos de beleza,... Será que teríamos um mundo melhor, ou seria apenas durante algum tempo? De qualquer das formas, o facto de o autor focar Deus em todos os capítulos da obra deixou-me um pouco apreensiva, mas não deixou de ser uma boa leitura.

No entanto, detetei vários erros de escrita, gramática e pontuação que demonstram uma certa falta de revisão. Contudo, não influencia a compreensão da obra.


Rating: 3/5