quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Opinião: "Never Never" - Colleen Hoover & Tarryn Fisher

Título: Never Never (Never Never #1)
Autor: Colleen Hoover e Tarryn Fisher
ASIN: B00QR721MK
Páginas: 220
Sinopse: Melhores amigos desde que começaram a andar. Apaixonados desde que tinham 14 anos. Completos estranhos desde esta manhã. Ele fará qualquer coisa para se lembrar. Ela fará qualquer coisa para se esquecer. [Traduzido]

Opinião (pode conter spoilers):
Este é o primeiro livro de Colleen Hoover que leio e devo dizer que fiquei apaixonada! É um livro diferente e cujas personagens conseguiram cativar-me com as suas características que lhes são particulares e tão próprias.

Apesar de o início da narrativa ter sido um bocadinho estranho, uma vez que não havia muitos elementos caracterizadores e uma certa dificuldade em conseguir situar-me na história, gostei da forma como esta se desenvolveu.

Este livro narra a história de Silas e Charlie, dois adolescentes, que um dia de manhã se viram sem quaisquer memórias de vidas anteriores: amigos, hábitos, gostos,… Sem saberem o que fazer, e apercebendo-se de que são os únicos naquela situação, tentam encontrar respostas para o que está a acontecer. 

Silas e Charlie são, realmente, duas personagens que quase obrigam o leitor a gostar deles. Charlie é uma rapariga que, por muitas coisas que sinta, não as deixa transparecer. Por vezes, vi-me falar comigo própria e a dizer “Charlie, não faças isso...”, porque na verdade fiquei algo frustrada com as suas ações. Por outro lado, Silas é um rapaz que, após perceber o passado que tinha juntamente com Charlie, decidiu lutar por ela, novamente. É aquele típico casal que me deixa a desejar que fiquem juntos, mesmo depois de ações menos boas que qualquer um deles possa ter.

É, de facto, uma história fofinha que Colleen e Tarryn escreveram. Apesar do suspense e de todo o mistério que a narrativa possa ter como background, há sempre algo de romance pelo meio, que lhe dá um toque especial.

Em suma, é um livro que se lê rapidamente. Não só pelo menos de páginas que é reduzido, mas também pelo facto de ser uma narrativa que automaticamente me prendeu. Não estava de todo à espera daquele final, mas a forma como o livro terminou apenas me fez querer começar o segundo volume imediatamente.


Rating: 4/5

Sem comentários:

Enviar um comentário