sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Opinião: "Fome de Fogo" - Erik Axl Sund

Título: Fome de Fogo (As Faces de Victoria Bergman #2)
Autor: Erik Axl Sund
Editora: Bertrand Editora
ISBN: 9789722528382
Páginas: 416
Sinopse: Jeanette Kihlberg continua a tentar solucionar os casos dos meninos mortos, mas os seus esforços são cerceados quando um homem de negócios é assassinado em Estucolmo naquilo que parece ser uma noite ritualística. Entretanto, continua também à procura da desaparecida Victoria Bergman e as suas investigações conduzem-na a um colégio interno de elite, assim como à Dinamarca e a acontecimentos do seu próprio passado. Por seu turno, a psicoterapeuta Sofia Zetterlund mergulha cada vez mais profundamente no seu passado e revive episódios marcantes e dolorosos. Sofia tenta desesperadamente encontrar o seu verdadeiro "eu" na complexidade da sua pessoa. E, entretanto, uma mulher enigmática e letal percorre a cidade de Estocolmo espalhando terror e morte à sua passagem.

Opinião (contém spoilers):
Mais uma vez, a capa deste segundo livro da trilogia é fantástica e de tal forma enigmática. Depois de um primeiro livro brutal e viciante, as expectativas que tinha para este foram, sem dúvida, alcançadas.

O caso dos meninos estrangeiros que apareceram assassinados pelas ruas de Estocolmo fora arquivado, tanto pela falta de provas como pela vontade de entidades superiores quererem abafar o caso. Apesar de Jeanette continuar a desvendar o mistério "por conta própria", um outro caso começa a formar-se e chama a sua atenção. Assassinatos brutais começam a acontecer e, no final, todas as pessoas atacadas tinham um fator em comum: Victoria Bergman.

Sofia Zetterlund continua a ajudar indivíduos que sofreram abusos (físicos, mentais, sexuais, ...) por parte de um grupo de homens com um estatuto bastante elevado na sociedade e que fazem de tudo para esconder provas. Juntamente com Jeanette, ambas trabalham em conjunto para conseguirem dsvendar novas pistas e, quem sabe, o possível suspeito.

Para além disso, ao longo do livro é-nos possível conhecer novas vertentes e pontos de vista da vida e vivências de Victoria Bergman. Os escritores, pelo sua forma de escrita,  colocam-nos quase frente a frente com a personagens, fazendo-nos perceber e ter uma visão mais nítida e realista daquilo que foram as experiências brutais e sombrias.

O enredo pode ser algo denso e complexo, mas não deixa de ser intrigante e, ao mesmo tempo, viciante. É um livro que se devora, sem nunca querer parar!  A fluidez da narrativa e a forma como os acontecimentos são contados também o permitem!

Apesar de as descrições dos assassinatos neste volume não terem sido tão exageradas e brutais, a narrativa continuou com um nível de complexidade e envolvimento do leitor surpreendentes! O enredo começa a fechar para algumas das personagens e o entusiasmo de saber quem será o culpado de todos os acontecimentos perversos aumento!

Para além disso, o final do livro deixa o leitor a querer começar o terceiro e último livro da trilogia de imediato! A forma como acaba deixa muitos aspetos em abertos e uma possível identidade do assassino que tem assombrado a cidade!

Um livro viciante e intrigante que se lê a uma velocidade inimaginável e que nos prende!


Rating: 5/5

Sem comentários:

Enviar um comentário