terça-feira, 1 de setembro de 2015

Opinião: "Tupamira" - António Ferreira

Título: Tupamira
Autor: António Ferreira
Editora: Chiado Editora
ISBN: 9789895109210
Páginas: 108
Sinopse: Tupamira, é apenas mais um planeta habitado, dos muitos milhões de planetas habitados, que por certo existem por esse universo fora. Apenas que os habitantes deste planeta e por certo os de outros mais, há muito compreenderam que o seu corpo material e animal, é apenas o receptáculo do seu verdadeiro ser e sendo assim, preservam-no e cuidam-no, o mais possível, tal como nós fazemos com as nossas casas, para que permita, que os fins pelos quais vivemos neste mundo material, sejam alcançados, que são como todos nós sabemos, apenas e somente apenas, a nossa evolução espiritual.

Opinião (contém spoilers):
Depois de uma sinopse que me deixou curiosa, foi só o livro chegar para o ler de uma só vez!

Tupamira começa com a viagem de um grupo de tripulantes pelo espaço. Estes vêem-se perante um planeta bastante semelhante à terra depois de terem ficado sem acesso aos dados de localização durante um tempo. Quando aterram no referido planeta, apercebem-se de que os seres que o habitam são em muitas coisas semelhantes ao humanos da Terra. A partir deste momento, os dois distintos grupos começam uma discussão acerca de temas comuns em em bastantes aspetos diferentes na forma como são vistos nos dois planetas: educação, organização da população, distribuição de bens, beleza, riqueza e pobreza, política, segurança,... No final, percebemos que o autor tenta transmitir de forma simples como as coisas poderiam ser feitas de outra forma e, ao mesmo tempo, termos resultados melhores para toda a população.

No final, esta obra fez-me pensar no como seria se todos contribuissem para o bem-estar de todos, se não fosse necessário dinheiro para fazer o que quer que fosse, se não houvessem esteriótipos de beleza,... Será que teríamos um mundo melhor, ou seria apenas durante algum tempo? De qualquer das formas, o facto de o autor focar Deus em todos os capítulos da obra deixou-me um pouco apreensiva, mas não deixou de ser uma boa leitura.

No entanto, detetei vários erros de escrita, gramática e pontuação que demonstram uma certa falta de revisão. Contudo, não influencia a compreensão da obra.


Rating: 3/5

Sem comentários:

Enviar um comentário