segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Opinião: "Entrega Total" - Cheryl Holt

Título: Entrega Total
Autor: Cheryl Holt
Editora: Quinta Essência
ISBN: 9789897260223
Páginas: 408
Sinopse: Com os últimos bens perdidos ao jogo pelo seu dissoluto irmão, Lady Sarah Compton viajou até uma festa numa casa de campo para desfrutar de um derradeiro momento de graciosidade e de beleza. Contudo, ignora que a ocasião é igualmente um famoso evento, em que membros da aristocracia podem realizar todas as suas fantasias sensuais e caprichos eróticos. Tão-pouco se apercebe de que o homem maravilhoso que entrou furtivamente no seu quarto é nem mais nem menos do que Michael Stevens, um libertino que dá e recebe ousadamente prazer… Filho bastardo de um conde, Michael Stevens usufrui da sua reputação como o mais famoso sedutor de Londres. Contudo, não faz ideia de como atuar perante a beleza ruiva que quase confundira com uma nova conquista, nem de como uma ingénua poderia ter sido convidada para uma reunião onde a entediada elite de Londres satisfaz os seus desejos carnais. Quando Lady Sarah Compton recusa seguir o aviso de Michael – o de abandonar a casa para seu bem – nasce uma forte atração e ele anseia por ser o seu tutor na arte da paixão… Era um jogo com apenas uma regra: o prazer final.

Opinião (contém spoilers):
O que posso eu dizer sobre este livro? Para quem gostar de romances e erotismo, corram e leiam! É um livro de certa forma viciante mas também um pouco repetitivo.

A narrativa desenrola-se em torno de Sarah e Michael, duas personagens muito diferentes uma da outra. É uma panóplia de aspetos que os separa, sendo as suas formas de ser tão vincadas e características.

A história desenvolve-se num ambiente clássico de Londres, onde as festas organizadas em casa de Pamela não são aquilo que parecem à primeira vista. Pois, acontecimentos perversos a vários níveis acontecem.

Sarah é uma "solteirona" que pouco conhece do mundo que a rodeia, e menos ainda no que diz respeito ao amor e à sua vertente mais carnal. Mas quando se vê numa situação que a coloca à prova, algo incontrolável e involuntário desperta dentro de si. Um pouco ingénua, a meu ver, para a idade que diz ter. Para além disso, apesar de Sarah sentir algo forte por Michael, tentou lutar contra isso até não conseguir mais. E aqui eu digo: "Finalmente! Vai-te a ele!"

Michael é um homem de caráter e personalidade fortes, que transmite uma certa indiferença relativamente ao que é amar alguém. Apesar de se sentir atraído por Sarah desde a primeira vez que esteve com esta, continua a negar tais sentimentos. Esta situação levou-me a ficar, de certa forma, chateada/impaciente e com vontade de lhe mostrar o quão rabujento estava a ser. Contudo, no final, mostrou ser um cavalheiro apesar das ações que tinha perante os outros.

É de salientar que a relação de Sarah e Michael nunca correu da forma como estamos a pensar, nada de "mar de rosas". Algures lá pelo meio, Hugh (irmão de Sarah) e Rebecca (sua prima) levam a cabo um plano (por eles organizado e pensado) que colocaria Sarah numa posição desconfortável. Esta invenção fez com que Michael e Sarah vivenciassem desavenças que os colocou de costas voltadas.

Apesar de considerar a história envolvente e viciante, acho que se a autora tivesse dado mais ênfase ao tal plano e às suas consequências, a narrativa tivesse sido melhor. Para além disso, alguns capítulos após ter iniciado a leitura do livro, verifiquei que as duas personagens principais eram de certa forma esteriotipadas e pouco desenvolvidas. Por esta razão, não me identifiquei muito com nenhuma delas, mas passei um bom bocado na sua "companhia".

Um outro aspeto que me deixou apreensiva foi a repetição das cenas entre os dois. Tinha uma certa esperança de que se fossem diversificar um pouco após alguns capítulos, mas acabei por perceber que eram quase uma cópia umas das outras.

Por fim, considero que algumas das expressões que apareceram ao longo das páginas não foram corretamente traduzidas, tornando-se algo vulgares. Contudo, imagino que não seja fácil este tipo de tradução tendo em conta o género do livro.


Rating: 3/5

Sem comentários:

Enviar um comentário