quinta-feira, 23 de julho de 2015

Opinião: "A Estirpe" - Guillermo Del Toro & Chuck Hogan

Título: A Estirpe (A Estirpe #1)
Autor: Guillermo Del Toro & Chuck Hogan
Editora: Suma de Letras
ISBN: 9789896720001
Páginas: 560
Sinopse: Um Boeing 777 proveniente de Berlim aterra no aeroporto JFK e, de repente, pára na pista. As janelas estão fechadas. As luzes estão apagadas. Ninguém responde às chamadas da torre de controlo. Nenhum passageiro atende o telemóvel. Parece que o avião deixou de existir… O que os investigadores encontram lá dentro gela-lhes o sangue. O que ao princípio parece apenas um vírus altamente contagioso revela-se uma ameaça aterradora. Os vampiros estão de volta e estão sedentos de sangue. A epidemia vampírica propaga-se a uma velocidade vertiginosa e, ao cabo de poucos dias, invade toda a ilha de Manhattan. Mas isto é apenas o começo. Porque existe um plano sinistro para conquistar rapidamente todo o planeta.

Opinião (contém spoilers):
Comprei este livro já depois de ter visto a 1ª temporada da série The Strain. Como gostei bastante do que vi e pelo facto de, normalmente, os livros serem melhores, decidi fazê-lo.

O livro baseia-se e desenvolve-se em torno de uma epidemia vampírica que começa no aeroporto JFK e que, depressa, de dissemina pelos EUA. Entretanto, Ephraim Goodweather e Nora, ambos membros trabalhadores do CDC, são chamados para desvendarem o mistério. Ao longo do caminho, Abraham Setrakian, um senhor com uma idade avançada, refere já ter presenciado uma situação semelhante durante a 2ª Guerra Mundial quando estava aprisionado num campo de concentração. Este último junta-se a Eph e Nora, na tentativa de travar a epidemia que se espalha a uma velocidade extraordinária.

O que realmente me cativou neste livro foi a caracterização antiga, brutesca, real e visual da raça vampírica em torno da qual Guillermo del Toro desenvolve todo o enredo. Não se tratam de vampiros que brilham quando estão ao sol ou que são bonitos aos olhos de toda a gente. Trata-se sim de algo bem pensado e elaborado. Mas que tem constantemente cenas de ação e suspense, sem momentos em que o leitor sinta que a história divaga por onde não deve. Apesar de os primeiros capítulos serem algo descritivos, considero-os fundamentais para se perceber todos os aspetos importantes do enredo. Os capítulos que se seguem mostram-se mais pertinentes para o desenvolver da história, uma vez que as personagens se mostram empenhadas em arranjar formas rápidas e eficazes de travar a transmissão do vírus antes que este se espalhe por mais estados da América. A única razão pela qual dou 4 estrelas prende-se pelo facto de considerar que o livro apresenta algumas cenas algo repetitivas que, a meu ver, poderiam ser minimizadas ou mesmo eliminadas.

Se olha-se unicamente para a capa e para a sinopse do livro, muito provavelmente não lhe iria pegar; uma vez que não são muito chamativos. Contudo, após lê-lo, sei que vou com certeza ler os outros dois livros da trilogia! Para além de que recomendo o livro àqueles que gostam de algo com suspense e ação, algo incomum mas ao mesmo tem cativante!


Rating: 4/5

Sem comentários:

Enviar um comentário